Sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2010

Como apareceu e cresceu o Google

De projecto académico de dois universitários a gigante da web, confira como se deu a trajectória do portal.

O Google percorreu um longo caminho em seus onze anos de história, desde o seu “início humilde”, como um projecto de investigação da Universidade de Stanford, em 1998, à escala global e sua multi bilionária presença na Internet actual.
Na semana passada, a empresa celebrou o seu 11 º aniversário e escolheu marcar a ocasião com um novo Google Doodle, a famosa mudança em seu logo. Dessa vez, eles colocaram um L extra para que o nome da empresa formasse um número “11”.
A data real de fundação do Google é assunto de debate. Há aqueles que pensam que o Google deve sempre cortar o bolo em 4 de Setembro, dia em que o portal apresentou seus documentos constitutivos e tornou-se oficialmente o Google, Inc, em 1998. Outros ainda pensam que a empresa deve reconhecer o 15 de Setembro de 1997 como sua data de fundação, pois foi nessa época que a companhia registou o domínio Google.com. Mas, apesar das dúvidas, a companhia comemora seu aniversário em 27 de Setembro há alguns anos, data que já se tornou oficial.
Qualquer aniversário oferece a oportunidade perfeita para reflectir sobre o passado. Assim, vale a pergunta: o que foi Google nos últimos onze anos?


Primeiros dias: 1998
Em 1997, os fundadores Larry Page e Sergey Brin deixaram para trás o nome “BackRub”, como se chamava um projecto académico da dupla, e adoptaram Google, uma brincadeira com o termo matemático "googol". Com o domínio Google.com registado e um saudável investimento de 100 mil dólares do co-fundador da Sun, Andy Bechtolsheim, os dois estudantes de Stanford alugaram um espaço de garagem por 1.700 dólares por mês, em Menlo Park, Califórnia.
Com um escritório improvisado, a empresa se tornou a "Google Technology Inc" em 4 de Setembro de 1998. A companhia começou a receber apoio positivo na imprensa e também contratou seu primeiro funcionário, Craig Silverstein.


Dinheiro e mudança: 1999
Graças ao crescimento de sua força de trabalho, a empresa nascente se mudou duas vezes em 1999. O Google ampliou sua modesta garagem e mudou-se rapidamente para um local mais adequado, em Palo Alto, também no Estado da Califórnia. Em Junho, a empresa lançou seu primeiro comunicado de imprensa, detalhando como havia assegurado 25 milhões de dólares em financiamento.
Durante o segundo semestre do ano, como chegou a quarenta trabalhadores, a organização mudou-se novamente para um escritório em Mountain View, com um chefe de cozinha incluso. Foi no mesmo ano em que decidiu largar o ponto de exclamação do seu logótipo e ficar do jeito que a marca ficou famosa mundialmente.


Crescimento e expansão: 2000
O ano 2000 foi de crescimento. O mecanismo de busca atingiu o marco de um bilião de páginas indexadas e o site se expandiu para dar suporte a mais de quinze línguas, incluindo chinês, francês, alemão e japonês, entre outras.
Como as coisas mudam! Aquele ano também viu o Yahoo revelar que usaria o Google como seu provedor de pesquisa padrão. Na época isso era um grande negócio, uma vez que o Yahoo era o queridinho das pesquisas e a companhia de Larry Page e Sergey Brin tinha de definir sobre quem deveria se voltar para competir. Missão cumprida? Claro que hoje o cenário é muito diferente, especialmente agora que Yahoo e Microsoft uniram forças para competir com o gigante da busca que o Google se tornou.
Antes de o ano acabar o Google também encontrou tempo para lançar o imenso sucesso que foi o programa AdWords e sua barra de ferramentas plug-in. Com o ano prestes a terminar, fica bastante claro que o mecanismo de busca teve uma ascensão meteórica - o Google passou a receber quase 100 milhões de consultas de pesquisa por dia.


Globalizando-se: 2001
Com o motor de busca já disponível em mais de vinte e cinco línguas, só parecia certo que a empresa iria se expandir em nível global com a abertura de seu primeiro escritório internacional, em Tóquio.
O ano de 2001 também viu o Google contratar o ex-presidente da Novell, Eric Schmidt, que começou no Google como o presidente do conselho, antes de avançar rapidamente para se tornar o CEO.
Com o índice de pesquisa do portal em quase três biliões de páginas, parecia o momento perfeito para enfrentar um novo tipo de pesquisa: imagens. O Google lançou seu serviço nessa área em julho, e, inicialmente, tinha um índice de mais de 250 milhões de imagens.


Virando geek: 2002
No ano de 2002 a empresa lançou uma gama de produtos, incluindo a ferramenta de compras do Froogle, o experimental Google Labs e o popular serviço Google News. A empresa também decidiu oferecer uma tradução do site em Klingon, a linguagem dos personagens de Star Trek, para alegria dos fãs, trazendo o número total de suporte para mais de setenta línguas. Spiderman, Warcraft 3 e a pop star Shakira estavam entre os termos mais buscados do ano.


A palavra escrita: 2003
Em 2003, o Google adquiriu a Pyra Labs, criadora do serviço Blogger, que popularizou de vez os blogues ao permitir que as massas publicassem seus pensamentos com facilidade. Logo após a aquisição, o nome do Google foi reconhecido como um verbo. O tal “Google it” se tornou sinonimo de “buscar”.
Em Dezembro, o controverso Google Print foi lançado: agora, conhecido como Google Book Search, o serviço permite aos usuários visualizar trechos de milhares de livros em formato digital. Livros clássicos e adaptações de seus filmes, como O Senhor dos Anéis e Harry Potter, foram alguns dos mais procurados por termos no Google em 2003.


E-mail, Google Style: 2004
Sem dúvida, a maior notícia de 2004 foi a introdução do Gmail. A versão beta foi lançada no Dia da Mentira, mas o Google deu certeza de que não era brincadeira. Oferecendo um então inédito 1 GB de armazenamento, juntamente com uma experiência de usuário rápida e com a beleza da tecnologia de busca do Google instalado à direita em sua caixa de entrada. O serviço foi lançado de maneira restrita a convites, o que resultou em uma corrida do ouro para aqueles que esperam um convite. Após cinco anos, o Gmail finalmente eliminou seu status beta no início de Junho de 2009.
Em 2004 também houve a mudança do Google em Mountain View, Califórnia, para a "sede Googleplex", onde a empresa reside ainda hoje. Além disso, abriu um centro de pesquisa e desenvolvimento em Tóquio e uma sede europeia em Dublin, Irlanda. Com mais de três mil funcionários, ou uma vasta gama de produtos e mais de oito biliões de itens em seu índice de pesquisa do Google, o crescimento continuou a surpreender.


O mundo mapeado: 2005
Em 2005, o esforço contínuo de organizar a informação do mundo continuou com o lançamento do Google Maps. Desde então, a empresa tem melhorado continuamente o serviço de mapeamento, adicionando novos recursos, como imagens de satélite e indicações, bem como o aumento do número de novos locais pesquisados.

O Google Earth, uma fotografia em 3D por satélite aplicada ao mapeamento, veio logo em seguida, para complementar a oferta de serviços do Google em localização.
O ano de 2005 também viu o lançamento da página inicial personalizada iGoogle, Google Reader - ferramenta de gerenciamento de canais RSS - e o Google Analytics. Versões móveis do Gmail, Blogger e busca também foram liberadas.


Uma mensagem de Chad e Steve: 2006
Encerrando meses de especulação, o Google, no final de 2006, finalmente revelou que tinha comprado o YouTube, em uma transacção de 1,65 bilião de dólares.


O crescimento continua: 2007
O ano começou com a expansão do Google para novos territórios. O Google Maps fazia então seu caminho para a Austrália e o pacote de aplicativos de produtividade Google Docs era oferecido em várias línguas. O Gmail também foi disponibilizado a todos, sem a necessidade de convite.
Porém, a maior inovação do Google em 2007 foi a inclusão da fotografia do nível da rua para o Google Maps. Apelidado Street View, o serviço permite visualizar e explorar um grande número localidades dos Estados Unidos. Naturalmente, a introdução Street View causou alguma controvérsia, por levantar preocupações com a privacidade das pessoas.


Fechamento de um ciclo: 2008
No ano passado, o Google comemorou seus dez anos de operação, sem mostrar sinais de abrandamento. A empresa lançou seu primeiro aplicativo para iPhone, ampliou a cobertura do Street View para incluir outros países, revelou uma nova versão de seu aplicativo de gerenciamento de fotos Picasa e lançou o Knol, um serviço parecido com a Wikipedia.

Em seu maior movimento do ano, anunciou que iria entrar na guerra dos navegadores com o seu próprio produto. O código aberto do Google Chrome surgiu em Setembro do ano passado e contou com uma interface minimalista e página inicial com atalhos para as páginas visitadas com frequência - características que foram adoptadas em outros navegadores a partir de então.
No final do ano, a incursão do Google em software continuou como o lançamento do primeiro telefone celular a utilizar o Android, o sistema operacional móvel do Google.


Google hoje: 2009
O ano de 2009 está sendo movimentado na história do Google. Até agora, a empresa adicionou o acesso offline para o Gmail, lançou seu serviço de localização Latitude, levou o Google Earth para Marte e relançou o serviço de telefone GrandCentral como Google Voice, para citar apenas algumas realizações.
A empresa também lançou seu serviço Wave em maio deste ano. A ferramenta combina uma série de actividades de comunicação e redes sociais em um único aplicativo da web e deve estar disponível ao público em geral ainda este ano.
A maior novidade do Google em 2009 surgiu quando a empresa anunciou que planeia lançar um sistema operacional para computadores. O Google Chrome OS deve chegar em 2010 e será inicialmente destinado a netbooks. Apesar de algumas imagens vazadas na internet, a companhia ainda não se pronunciou sobre qualquer suposto screenshots divulgado.


O que nos reserva o futuro?
Com onze anos nas costas, o Google continua a inovar e aprimorar serviços. O que podemos esperar do gigante de busca é algo que ninguém sabe. Num futuro próximo, no entanto, poderemos conversar muito de Chrome OS, experimentar a nova versão do Android e observar inúmeros vídeos no YouTube. O que você acha que o Google vai inventar no futuro?


publicado por curiosidadesemais às 17:33
link do post | comentar | favorito
|

.Março 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Pensamento do dia!!!

. Pensamento do dia!!!

. Excelente motor de busca!...

. publicidade

. Click e ganhe dinheiro!!!...

. Praias fabulosas!!!

. Profecia Maia desmentida!...

. O Mundo!!!

. Mães bizarras!!!

. Que pessoas estranhas!!!

.arquivos

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds